Dia Mundial de Luta Contra as Hepatites Virais

A Organização Mundial da Saúde – OMS, em 2010, instituiu o dia 28 de julho como o Dia Mundial de Luta Contra as Hepatites Virais. O Ministério da Saúde, no Brasil, desde então, criou através do Sistema Único de Saúde – SUS, um programa de prevenção e controle de Doenças Socialmente Transmissíveis – DST.

Neste programa, a vacina contra Hepatite B é recomendada para jovens até 29 anos e profissionais da saúde. Se por acaso a gestante estiver com a doença, aplica-se a vacina e a imunoglobulina para evitar a transmissão de mãe para filho.

 

Hepatite e Sintomas

 

A hepatite é uma inflamação no fígado causada por vírus, transmitida com maior frequência pela exposição a fluidos e/ou secreções corporais infectados.

Cinco diferentes vírus são reconhecidos como agentes etiológicos da hepatite viral humana: HAV da hepatite A, HBV da hepatite B, HCV da hepatite C, HDV da hepatite D ou Delta e HEV da hepatite E. O HBV possui genoma DNA; os demais, RNA. 

A hepatite pode ter causa no uso de alguns medicamentos, álcool e drogas e até em doenças autoimunes, metabólicas ou genéticas.

Seus sintomas podem ser cansaço, febre, mal-estar, tontura, enjoo, vômitos, dor abdominal, pele e olhos amarelados, urina escura e fezes claras. Entretanto, pode haver pacientes assintomáticos, principalmente quando os pacientes são crianças.

 

Luta contra o Vírus

O vírus da hepatite é bastante resistente. Há trabalhos que dão conta de que o vírus da Hepatite C pode sobreviver no ambiente em superfície seca por dezesseis horas e em água fria por até cinco meses. Um meio eficiente de combater o seu contágio e matá-lo é a esterilização por autoclaves.

Trabalho científico com Autoclave Classe B Pré-Vácuo, da marca Woson, realizado pelo professor, pesquisador e cirurgião dentista, Dr. Sérgio Narciso Marques de Lima, seguindo os procedimentos operacionais padrão da Anvisa, demonstrou a eficiência do equipamento para combater vírus e infecções que podem ser transmissíveis no trabalho médico e odontológico, entre eles os da hepatite. Para ler o estudo completo, clicar aqui.

O Ministério da Saúde informa ainda que, no caso das hepatites B e C, é preciso que haja um intervalo de sessenta dias após a exposição ao vírus para que os anticorpos sejam detectados no exame de sangue. As hepatites B e C são responsáveis pela segunda maior causa de morte entre doenças infecciosas. Afetam mais de três centenas de milhões de pessoas no mundo e causam mais de um milhão de mortes por ano. Infectam nove vezes mais pessoas do que o vírus da imunodeficiência humana – HIV. Só a Tuberculose mata mais que as hepatites B e C! 

É importante detectar as hepatites virais para combatê-las. É preciso atentar se houve exposição a condições precárias de saneamento básico, de água, de higiene pessoal, se houve prática de sexo desprotegido, compartilhamento de seringas, agulhas, lâminas de barbear, alicates de unha, objetos perfurocortantes etc.

No entanto, as hepatites são passíveis de evitar e tratar. Nos ambientes de tratamento de saúde, beleza e estética, recomenda-se praticar rigorosamente os procedimentos operacionais padrão (POP) determinados pelas normas da Anvisa, em seus Centros de Materiais e Esterilização (CME). No particular, a cada um cabe a responsabilidade cidadã de adotar procedimentos preventivos, a exemplo do uso contínuo de preservativos, do não compartilhamento de lâminas de barbear, de agulhas, de seringas, de alicates etc. Para conferir, no blogspot da Woson, as dicas de biossegurança clicar aqui. 

 

A Woson Apoia Essa Bandeira

Os valores Woson são a transparência e o compromisso com a qualidade de vida, as soluções inovadoras perseguidas pelo seu Centro de Inteligência, Pesquisa e Desenvolvimento, o bem-estar de seus colaboradores, parceiros, clientes e pacientes.

A segurança e o bem-comum são cláusulas pétreas e o centro de tudo é a pessoa humana. A Woson entende que a luta contra as hepatites virais é um compromisso social, por isso apoia integralmente essa luta.

 

A saúde e o bem-estar de todos é a energia que nos move!

Escrito por:

  • Depoimento - Waldomiro Peixoto
    Waldomiro Peixoto
    Consultor Técnico Woson