Dicas de esterilização em autoclaves: a Woson esclarece para você!

Depois de abordar pré-lavagem, lavagens mecânica e ultrassônica e embalagem, nosso assunto de hoje é esterilização em autoclaves (ver outros temas neste Blog, sobre Protocolo de Esterilização).

Segundo Dra. Lusiane Borges, MBA em Biossegurança, a esterilização em autoclaves é “um processo que promove completa eliminação ou destruição de todas as formas de micro-organismos presentes, quer sejam eles vírus, bactérias, fungos, protozoários ou esporos, para um aceitável nível de segurança. (...) Atualmente, considera-se um artigo estéril quando a probabilidade de encontrar um micro-organismo viável (vivo) é de 1 para 1 milhão, expressa na equação: 1:1.000.000, ou 106.”

Como é o bom funcionamento de uma autoclave?

O bom funcionamento de uma autoclave tem a ver com suas instalações: fiação adequada (fio 4mm), tomada e disjuntor dedicados e bem dimensionados, bancada no nível, ventilação no entorno da máquina e tensão elétrica estabilizada.

Há duas categorias de autoclaves: as gravitacionais, que operam com água envolvendo resistência dentro da câmara, e as pré-vácuo, que operam com injeção de vapor e bomba de vácuo. As primeiras, para carga sólida embalada. As segundas, também para tecidos, algodão, ocos e canulados, porosos, campos, borrachas, turbinas de alta rotação, contra ângulos e kits de implantodontia.

Dicas práticas de esterilização em autoclaves

1.Fazer limpeza mecânica e ultrassonicamente para evitar manchas e danos nos cortes e pontas dos instrumentais e também nas pontas de alta e baixa rotação.

2.Utilizar barreiras adequadas e seladoras com solda de qualidade do papel grau cirúrgico para evitar abertura de pacotes durante o processo de esterilização em autoclaves. Nossa recomendação são selagens de 12mm x 300 mm.

3.Não exagerar no tamanho do pacote e não misturar, no mesmo ciclo, materiais que exijam temperatura, pressão e tempo diferentes. A colocação de material deve favorecer a circulação de calor dentro da câmara.

 4.Colocar pacotes na bandeja favorecendo, não somente a circulação de vapor, mas também a sua secagem, principalmente se a carga se destinar a uso não imediato.

5.Se a autoclave secar com porta aberta, abrir o mínimo possível, nunca bruscamente, apenas o minimamente suficiente para sair o vapor, sem ocorrer sua condensação dentro da câmara de inox.  

6.Se secar com porta fechada, seguir as instruções do fabricante. Recomenda-se aumentar o ciclo de secagem manualmente, se a autoclave tiver este recurso, principalmente quando a carga for de uso não imediato.

7.Atentar para as instruções do fabricante de materiais quanto ao ciclo correto de autoclavagem, se 121°C ou 134°C. A inversão do ciclo recomendado poderá resultar em esterilização ineficiente ou dano no material esterilizado. Ficar atento a esta instrução!

8.Para pacotes que saiam no fim ainda úmidos e sujeitos a recontaminação, recomenda-se um tempo manual adicional de secagem, conforme item 6 anterior.

9.Só utilizar água destilada com grau de pureza superior a 92%, sob pena de manchar e/ou danificar cortes de instrumentos. A utilização de água purificada por osmose reversa é altamente recomendável por ser superior até mesmo às águas destiladas de alta qualidade.

10.Fazer manutenção preventiva periódica na autoclave. Se a autoclave for pré-vácuo, normalmente existe o programa de diagnóstico para manutenção preventiva.

11.Monitorar a qualidade de esterilização em autoclaves com indicadores químicos e biológicos. Se a autoclave for pré-vácuo, normalmente possui testes Bowie & Dick, Helix, Príon e Vácuo.

12. O indicador químico mais recomendado é o Classe 5 (ver ISO 11.140:1995). Consultar a Anvisa sobre indicadores químicos é recomendável.

13. O indicador biológico deve ser utilizado semanalmente em clínica geral, diariamente em implantodontia e sempre após a manutenção da autoclave, antes de ela ser colocada em uso. Ficar atento às recomendações da VS de sua cidade.

Esterilização em autoclaves? Fale com a Woson

Gostou deste conteúdo? Ficou com alguma dúvida sobre esterilização em autoclaves? Entre em contato conosco, através do WhatsApp ou preencha o formulário de contato abaixo que teremos o maior prazer em atendê-los.