Excelência na manutenção e controle de infecção das peças de mão

A Lub 909 é uma lubrificadora de instrumentos rotativos odontológicos, com conexão bordem para alta rotações e intra para contra ângulos e peças retas. 

Foi desenvolvida para fazer lubrificação profunda nos componentes, onde a lubrificação tradicional não alcança, e promover limpeza de matérias orgânicas e sujidades nestes mesmos componentes.

A Lub 909 racionaliza tempo de mão-de-obra especializada, além de propiciar acentuada economia de lubrificante, fator importante para reduzir custos em clínicas com alta demanda de lubrificação.

Estima-se que 1.000ml de lubrificante atendam cerca de 1.500 lubrificações, um custo-benefício inquestionável, onde haja instrumentos que possuam engrenagens e rolamentos.

A limpeza profunda é indispensável auxiliar para criar condições ideais de esterilização das pontas. A eliminação de matéria orgânica e sujidades minimiza riscos de re-cultura de microrganismos em instrumentos esterilizados e armazenados para futura utilização.

Lubrificadora Lub 909 e Autoclave pré-vácuo: eficiência no controle de infecção

A autoclave pré vácuo, conjugada com a Lubrificadora Lub 909, se constitui eficiente sistema de Controle de Infecção dentro dos ambientes de saúde. Combina esterilização a vapor com instrumentos rotativos verdadeiramente limpos e lubrificados em sua estrutura profunda. O resultado é a excelência na manutenção e a obtenção de condições ideais para esterilização dos instrumentos rotativos, também um grande desafio para profissionais de saúde.

Como funcionam as autoclaves Classe B pré-vácuo?

 As Autoclaves pré-vácuo classificadas como Classe B possuem um sistema de pré-aquecimento da câmara de inox através de resistência-cinta, enquanto a água destilada entra em uma máquina de vapor pressurizado. A câmara de inox chega a um vácuo (pressão negativa) de -0,80 Bar, promovido por potente bomba de vácuo, quando ocorre injeção de vapor.

O aquecimento da câmara de inox não permite a condensação do vapor, que penetra na estrutura profunda limpa e lubrificada da carga a ser esterilizada. Seguida à injeção de vapor, ocorre a pressurização da câmara até cerca de 1 Bar.

Este processo ‘calor-pressão negativa-injeção de vapor-pressão positiva’ ocorre 3 vezes antes de entrar na fase de esterilização dos instrumentos. Depois da esterilização, ocorre a fase de exaustão a vácuo, com porta fechada, promovendo secagem absoluta da carga empacotada e esterilizada.

A cultura de que instrumentos rotativos submetidos a autoclavagem tem sua vida útil diminuída corresponde à verdade apenas se estes forem autoclavados com a presença de matéria orgânica ou sujidades entranhadas em sua estrutura profunda, além de mal lubrificados.

Acrescente-se o fato de que elementos solidificados dentro dos rolamentos e engrenagens, depois da secagem da autoclave, condição agravada pela ausência ou má lubrificação, contribuem para quebra ou redução da vida útil das pontas.

Consideremos ainda que instrumentos rotativos possuem movimentos centrífugos em alta velocidade e, quando não limpos adequadamente, podem desprender partículas não visíveis de matéria orgânica, mesmo ainda estéreis, e inoculá-las dentro de tecidos hígidos durante uma cirurgia, com efeitos imprevisíveis para o paciente. É um princípio incontestável que material não-limpo-corretamente pode ser autoclavado, mas pode não permanecer estéril.

A conjugação da Lubrificadora LUB 909 com um sistema de autoclavagem pré-vácuo, quando operados da forma correta, são importantes auxiliares na economia de tempo, mão-de-obra, lubrificante, aumento da vida útil dos instrumentos e controle de infecção.

Atendimento Woson

Entre em contato e tire suas dúvidas. Ou preencha todos os campos de seu cadastro, neste site, formule suas perguntas que a Woson entrará em contato.

A Woson estará sempre ponta para atender você!

Texto escrito por:

  • Depoimento - Waldomiro Peixoto
    Waldomiro Peixoto
    Consultor Técnico Woson