Ergonomia no Consultório Odontológico Princípios para Uma Postura de Trabalho Saudável

“O assento Sela apresenta maior satisfação, menor risco ergonômico, impacta de forma positiva no alinhamento corporal lateral e nos problemas cotidianos relacionados à região cervical.” (Dra. Giovana Gouvêa)

Ergonomia

A Ergonomia é o estudo da adaptação do trabalho ao homem. Segundo o Dicionário Houaiss, é “o estudo científico das relações entre homem e máquina, visando a uma segurança e eficiência ideais no modo como um e outro interagem.” Ou, é a “otimização das condições de trabalho humano, por meio de métodos da tecnologia e desenho industrial”.

A bioengenharia do assento Sela reúne todos esses conceitos ergonômicos quando o assunto é postura saudável com vistas ao conforto, produtividade e prevenção contra doenças do/no trabalho.

Objetivo da Ergonomia no Consultório Odontológico

O objetivo da Ergonomia no Consultório Odontológico é aumentar, de forma significativa, a produtividade do profissional, sempre focando na manutenção da saúde postural e, também, da qualidade de vida do Dentista. O local de trabalho pode ser, além de produtivo e saudável, também agradável e prazeroso para trabalhar.

Mudança de Postura nos Anos Sessenta

Nos anos 60, surgiu a chamada “odontologia a quatro mãos”. A posição “sentado” foi escolhida como preferida, visto que reduziria significativamente o desconforto e fadiga típicos no trabalho de um dentista. Mesmo assim, a postura “sentado” não eliminou completamente o risco de dores ou desconfortos. Isso se deve ao fato de que essa posição exerce grande pressão nos discos intervertebrais. Existem estudos que afirmam que a mudança da posição de bipedestação (sobre os dois pés) para sedestação (sentado) aumenta em 35% a pressão interna no núcleo dos discos intervertebrais e todas as estruturas que ficam na parte posterior da coluna vertebral são tensionadas, contribuindo para a alta prevalência de dor lombar.

A Postura Sentada

Segundo a Dra. Giovana Gouvêa – Cirurgiã-Dentista, Educadora Física, Doutora, Mestra e Especialista em Odontologia em Saúde Coletiva – a postura sentada deve ser neutra, mantendo as curvaturas fisiológicas da coluna vertebral, preservando as curvaturas fisiológicas da coluna vertebral, sendo elas, a lordose cervical, a cifose torácica e lordose lombar. Lordose Cervical é a convexidade voltada anteriormente. A Cifose Torácica é a convexidade voltada posteriormente. E a Lordose Lombar é a convexidade voltada anteriormente.

                                                                

A postura sentada é descrita como uma postura ereta, dinâmica, com cabeça e tronco alinhados na vertical, membros inferiores fletidos acerca de 90° entre quadris e tronco, e pés apoiados no solo. Nesta postura, as tuberosidades isquiáticas deveriam ser os principais pontos de apoio do corpo. No entanto, o projeto da maioria dos assentos convencionais não favorece o sentar ereto e dinâmico, aumentando a tensão passiva dos músculos isquiotibiais, ocorrendo uma rotação pélvica posterior, resultando em uma postura sentada cifótica da coluna lombar. Isso contribui para um único perfil sagital em forma de C que compreende a coluna torácica e lombar, aumentando a lordose cervical e a rotação pélvica posterior.

Repensando a Postura: Assento Sela

Os assentos Sela melhoram a Ergonomia no Consultório Odontológico? Sim, melhoram e muito! Segundo Dra. Giovana Gouvêa, “o assento Sela apresenta maior satisfação, menor risco ergonômico, impacta de forma positiva no alinhamento corporal lateral e nos problemas cotidianos relacionados à região cervical”.
Desenvolvido em meados dos anos 80, o assento Sela foi redesenhado para permitir que as nádegas e coxas não fiquem comprimidas contra a cadeira, favorecendo a postura da coluna lombar neutra. Os estudos avançaram e o assento Sela, na atualidade, transforma a Postura de Trabalho tão natural quanto possível, contribuindo com a saúde geral da fisiologia humana em ambientes de trabalho. Dessa forma, torna o exercício da profissão agradável e preventivo no que diz respeito a eventuais doenças do trabalho com causa prováveis em posturas inadequadas. Assim, reassentar a forma de pensar é importante para repensar a forma de sentar-se.

Palavras de Quem é Especialista no Assunto


Para encerrar, transcrevemos, na íntegra, as conclusões da Dra. Giovana Gouvêa, d0 artigo publicado no Jornal da ABO:

“Os assentos dinâmicos, como o assento tipo sela, favorecem a postura da coluna lombar neutra. O assento dinâmico permite movimento constante, devido ao design da cadeira, enquanto está sentado. Assim, o assento sela difere essencialmente na forma tradicional de se sentar. O controle postural requer uma interação completa entre o sistema neural e musculoesquelético. Através de sinais medulares o controle postural é efetuado pela ativação de músculos dos membros e tronco. Assim, alterações no padrão postural, pela utilização do assento tipo sela, podem causar sintomatologia dolorosa de 2 a 30 dias após o início de sua utilização. Essa percepção tende a diminuir gradualmente com a adaptação neuromuscular a nova postura de trabalho.

Desta forma, o assento sela vem sendo utilizado por profissionais da saúde, principalmente por cirurgiões-dentistas, em substituição ao mocho convencional, objetivando medidas preventivas ou corretivas aos problemas posturais, por reduzir a rotação posterior da pelve, por facilitar o posicionamento e a manutenção das curvaturas fisiológicas da coluna vertebral e pela menor compressão intradiscal.

Para finalizar, o assento sela pode evitar efeitos deletérios, portanto, ser benéfico na prevenção da dor e disfunções da coluna vertebral. Assim, o assento sela pode ser uma escolha de postura sentada dinâmica e posição de trabalho mais confortável para o Cirurgião-Dentista. Além disso, sugere-se uma maior reflexão sobre a escolha de assentos odontológicos na prática clínica diante dos aspectos positivos do assento sela.” (Jornal da ABO, Edição 169, pág. 20).

Ficou com alguma dúvida? Fale com a Woson!

  https://www.wosonlatam.com.br/assento-sela

https://youtu.be/HSTrg9WxfgY

 

Texto escrito por

  • Doutora, Mestra e Especialista em Odontologia em Saúde Coletiva – FOP UNICAMP.

    Autora da Tese de Doutorado Intitulada:

    “A prática clínica odontológica: análise ergonômica da postura sentada”.

      “Assessment of the ergonomic risk from saddle and conventional seats in dentistry: A systematic review and meta-analysis” publicado na Revista Plos One.

    Depoimento - PROFA. DRA. GIOVANA RENATA GOUVÊA
    PROFA. DRA. GIOVANA RENATA GOUVÊA